A Coleção de Arte

A Coleção de Desenhos da Madeira começou a ser formada no segundo semestre de 2002, por iniciativa dos seus então administradores Rosana Rodrigues, residente na Madeira e Luiz Augusto Teixeira de Freitas, colecionador brasileiro residente ao tempo, em Lisboa. O curador da coleção foi no início Adriano Pedrosa, que trabalha com coleções particulares há vários anos e atualmente é diretor artístico do MASP – Museu de Arte de São Paulo.

Esta coleção centra-se no desenho contemporâneo. Esta forma de expressão foi escolhida devido ao seu ressurgimento significativo e ao amplo reconhecimento que conheceu nos últimos anos.
O foco principal da Coleção de Desenhos da Madeira é o desenho produzido nos últimos 10 anos por artistas nascidos depois de 1960. Este foco foi utilizado para definir o desenvolvimento da coleção, permitindo um espectro rico e diversificado.

Uma parte significativa da coleção está depositada na Fundação de Serralves no Porto, uma instituição cultural de importância maior na arte contemporânea portuguesa, que tem vindo a integrar obras da Coleção de Desenhos da Madeira em exposições no próprio Museu, emprestando-a