Porquê a Madeira?

Portugal está entre os 30 países mais baratos da Europa (Numbeo), superando Espanha, Malta, Grécia e França. Se tivermos ainda em conta o regime fiscal especial disponível para novos residentes fiscais e empresas verificam-se grandes poupanças.

Se pretende fazer negócios com o resto do mundo, então a Região Autónoma da Madeira será o seu destino final de investimento graças à sua baixa taxa de imposto sobre os rendimentos das pessoas corporatativas.

.

No último Índice de Paz Global, publicado pelo Instituto de Economia e Paz, Portugal ocupa o 3º lugar nos seus 10 países mais pacíficos do mundo. Neste índice, Portugal está acima da Suíça, Canadá e da Áustria.

A International Living classifica Portugal entre os 10 melhores países a se aposentar no mundo e classifica-o como o segundo melhor país a se reformar na Europa. Ao contrário de Espanha, Portugal nunca sofreu qualquer ataque terrorista até à data.

Se estiver à procura da cidade com a melhor qualidade de vida, e onde pode desfrutar de uma vida cosmopolita. e ao mesmo tempo da serenidade proporcionada pelo oceano Atlântico, então o Funchal é o lugar a escolher. A associação de consumidores portuguesa classificou o Funchal como a segunda melhor cidade a viver em Portugal.

Portugal tem uma forte tradição de estabilidade política, com o poder a ser alternado entre os dois principais partidos do centro do espetro político desde 1974.

Dado o seu sistema constitucional, semi-presidencialismo, é comum para os partidos de centro formarem coligação com outros partidos menores, em especial nos últimos anos.

A Região Autónoma da Madeira possui o seu próprio estatuto político e administrativo, possuindo os seus próprios órgãos de governo. Estes são o Governo Regional e a Assembleia Legislativa. A assembleia é eleita por sufrágio universal. O poder na Madeira tem vindo a ser exercido pelo mesmo partido desde 1976.

O sistema jurídico português faz parte dos sistemas legais de direito civil e é baseado no direito romano. Desde o século XX tem havido uma grande influência do direito civil alemão, um desvio à influência francesa verificado no século anterior. Desde 1986, o direito da União Europeia tornou-se o principal motor do direito das sociedades, do direito administrativo e do processo civil.

O Direito Português tem influenciado os sistemas jurídicos de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste, Goa (Índia) e Região Administrativa Especial de Macau (China).

Portugal é o único país no Top 6 dos Passaportes Mais Poderosos a ter um regime de visa por investimento, permitindo aos residentes adquirir nacionalidade portuguesa após 6 anos.

De acordo com o Índice de Liberdade do Instituto Cato, Portugal classificou-se entre os 20 Melhores Países, ultrapassando a França, a Espanha e a Grécia em matéria de liberdade económica e pessoal.

No que diz respeito às liberdades religiosas, bioéticas, familiares e de género, Portugal ocupa o 3º lugar no Índice Mundial de Liberdade Moral, ultrapassando todos os países do G20 nestes domínios.

Portugal está entre os 10 países europeus da ILGA-Europa no Índice Arco-Íris, no que diz respeito à igualdade da população LGBTQI, ultrapassando os países como a Dinamarca, Suécia, Países Baixos e Alemanha.

Em termos climatéricos, a Madeira é caracterizada por um clima de primaveril quase que perene, o que a torna tão famosa entre os seus residentes e visitantes. Durante o Verão, a Primavera e o Outono, as temperaturas variam entre 17ºC (62,6ºF) e 24ºC (75,2ºF). Quanto aos meses de Inverno, as temperaturas variam entre 14 ºC (57,2 ºF) e 20 ºC (68 ºF).

Face ao exposto, é fácil entender porque é que a Madeira é conhecida como a “Pérola do Atlântico”.

Por último, mas não menos importante, note-se que o número de horas de exposição solar por ano atinge as 3300h, um valor 70% superior àquele encontrados no norte da Europa.

A localização geográfica única da Madeira é o que transformou Portugal no primeiro império global no século XV. É o ponto de encontro entre três continentes – Europa, África e América. O Aeroporto Internacional Cristiano Ronaldo (FNC) liga a ilha aos aeroportos internacionais e ao continente português.

Distância, em horas, de Lisboa e Santa Cruz, onde o FNC está localizado, das principais cidades (voos diretos):

CidadesDe Lisboa
Do Funchal
Paris2h 18min3h 30min
Frankfurt2h 51min4h 3min
Helsínquia4h 41min5h 52min
Zurique2h 39min3h 51min
Madrid1h 8min2h 19min
Luxemburgo2h 39min3h 51min
Estocolmo4h 13min5h 23min
Londres2h 28min3h 36min
Amesterdão2h 49min3h 59min
Bruxelas2h 38min3h 49min
Rio de Janeiro10h 4minN/A
São Paulo10h 21minN/A
Luanda7h 39minN/A
Maputo10h 54minN/A
LisboaN/A1h 43min

A Região Autónoma da Madeira possui um moderno sistema rodoviário que liga o Funchal a todos os outros municípios da ilha da Madeira. Já a ilha do Porto Santo encontra-se ligada à Madeira por um sistema de ferry  e pelo seu próprio aeroporto (PXO).

Portugal tem uma vasta rede de prestigiadas escolas privadas e universidades estatais espalhadas pelo país e acessível àqueles que residem na Região Autónoma da Madeira. Se estiver a pensar em mudar-se com a sua família, existe no Funchal o programa International Baccalaureate® .

As universidades em Portugal estão entre as 500 melhores no Ranking Internacional de Shanghai e têm faculdades europeias de renome nos seguintes domínios:

Engenharia:

Economia

A Nova School of Business and Economics (Nova SBE) e a Católica Lisbon School of Business and Economics possuem acreditação” Triple Crown“:

Nova SBE é member of CEMS Global Alliance in Management Education.

Portugal é um dos países mais antigos da Europa, tendo as mesmas fronteiras continentais definidas desde 1249, quando o rei Afonso III capturou a cidade de Faro, fundando o Reino de Portugal e Algarves.

No entanto, a rica história do país remonta a 27 aC e à província imperial romana da Lusitânia. Ruínas romanas e cromeleques (estruturas megalíticas pré-históricas) podem ser encontrados a poucos quilômetros de distância uns dos outros.

Não é por isso nenhuma surpresa que se pode encontrar 15 sítios classificados como Património da UNESCO, mais 11 sítios na lista tentativa da UNESCO, em todo o país e respetivas Regiões Autónomas.

Portugal é também conhecido pelo seu rico folclore tradicional, apresentando grandes variedades regionais, arquitetura gótica única (estilo manuelino) e literatura. A gastronomia e os vinhos portugueses estão entre os melhores do mundo na sua relação qualidade/preço.

No domínio da investigação científica, Portugal é um dos 30 principais países que contribuem para o 1% das publicações mais citadas do mundo. Classifica-se acima da Espanha, da Irlanda e da Grécia, sendo a investigação realizada sobretudo numa rede de universidades públicas.

As instituições portuguesas de investigação mundialmente aclamadas são a Fundação Calouste Gulbenkian, com uma dotação de 2,8 mil milhões de euros, e a Fundação Champalimaud (investigação biomédica), com uma dotação de 500 milhões de euros.